Morte misteriosa de universitário vai à ONU

samambaia-ufpe

O Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop), ONG que atua na área de de direitos humanos, encaminhou pedido de providências à Organização das Nações Unidas (ONU) em relação ao caso do estudante Raimundo Matias Dantas Neto, 25 anos, conhecido como Samambaia, encontrado morto no último dia 4, na Praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. Em nota pública divulgada ontem, o Gajop manifestou indignação e repúdio ao fato, já que existem fortes indícios de crime motivado por questões raciais.

No documento, além de ressaltar a necessidade do acompanhamento do inquérito policial, a ONG reitera a importância de cobrar às autoridades governamentais a criação de políticas públicas eficazes que combatam a prática de crimes semelhantes.

“Infelizmente, os dados sobre a morte de jovens negros são alarmantes em todo o Brasil. Uma cultura de violência, não poucas vezes levada a cabo pelo próprio aparato institucional, associada a altos índices de impunidade. Apenas 4% dos casos de homicídios no Brasil têm os seus responsáveis identificados e condenados, o que incentiva a perpetuação da violência em suas mais variadas formas”, ressalta o Gajop, exigindo das autoridades estatais ações eficazes para que haja respeito ao direito de acesso à Justiça e aos direitos humanos, especialmente em relação à morte de Raimundo Matias Dantas Neto.

Estudante do nono período de ciências sociais da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Samambaia saiu de casa, em Olinda, no último dia 2, para comprar um notebook no Centro do Recife e foi encontrado morto dois dias depois na Praia de Piedade. O Instituto de Medicina Legal (IML) atestou que a causa da morte teria sido asfixia por afogamento, tese não aceita pela família, já que o corpo do jovem estava com marca de espancamento e dois dreadlocks (penteado estilo afro) do seu cabelo estavam arrancados.

Quinta-feira, durante a missa de 7º dia, familiares e amigos anunciaram que um novo protesto cobrando justiça será realizado neste sábado. A concentração será a partir das 9h, na Praia de Boa Viagem, Zona Sul, em frente à pracinha. De lá, os manifestantes seguirão em passeata pela Avenida Boa Viagem.

Fonte: JC Online

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s