A vigília das comunidades quilombolas do Brasil

Nas mãos da Justiça estão as aspirações sobre um país mais justo, sem preconceito e sem racismo Por César Augusto Baldi*, Carta Capital ”Tristeza não tem fim, a felicidade sim”, já cantava Tom Jobim. E tristeza, perseguição, violência, racismo e violação de direitos têm sido uma constante em todas as comunidades negras, mas, no caso das…